Como cuidar de flores comestíveis?

Jéssica Varjão

Engenheira Agrônoma, sócia-proprietária do Armazém Natural, aquariana é muito sonhadora, sou apaixonada por assuntos que envolvam plantas, animais, moda e viagens,e estou sempre disposta a compartilhar ideias!

A pergunta de hoje é do @gomez_03: Quais cuidados ter com plantas comestíveis?

Particularmente eu amei essa pergunta, aqui em Londrina ainda não tive a oportunidade de localizar apreciadores dessa iguaria culinária (kkkkk), as flores estão se tornando um alimento comum na culinária orgânica natural, no caso não são valorizados só os nutrientes, mas também a beleza da apresentação do prato, sem contar o perfume delicioso que fica por conta do óleo essencial da flor.

Alguns exemplos de flores comestíveis e onde utilizá-las:

  • Amor Perfeito: Além de lindas, essas flores são literalmente perfeitas em acompanhamentos, saladas, sobremesas…
  • Lavanda: Os tons cítricos da Lavanda são conhecidos em chás e bebidas medicinais, contudo, poucos sabem que a flor também pode ser consumida em biscoitos, bolos, sorvetes e até mesmo no vinho, deixando os pratos muito mais bonitos e elegantes;
  • Violeta: Para quem pretende utilizar Violetas na culinária, recomenda-se o uso da espécie Viola odorata, ideal para doces, xaropes e bolos;
  • Hibisco: Possui sabor cítrico, perfeito para incrementar bebidas, saladas e xaropes. Por ser ligeiramente ácido, o Hibisco exige um maior controle em relação à quantidade consumida;
  • Pétalas de rosas: são perfeitas para enfeitar bolos, sobremesas, saladas e pratos de verão. Além de perfumadas, conseguem surpreender na aparência do prato final;
  • Dente-de-leão: Com um sabor muito semelhante ao mel, é frequentemente utilizado em doces, sobremesas e pratos sofisticados.
  • Angélica: Possui sabor doce, parecido com o do alcaçuz e, portanto, é indicada para sobremesas.
  • Calêndula: Além de oferecer um visual atraente para o prato graças a sua cor chamativa, possui um sabor picante semelhante ao açafrão. É indicada para o preparo de pratos salgados.
  • Girassol: Suas pétalas podem colorir pratos salgados e doces e seu miolo pode ser cozinhado para o consumo em saladas.

Com relação aos cuidados, como não entendi se sua dúvida é em relação a cuidados no plantio ou no consumo, falarei dos dois (kkkkkk).

Como cultivar flores comestíveis

É bem fácil você ter e cuidar de uma horta de flores comestíveis, você pode adquirir sementes de qualidade em alguma casa especializada (agropecuárias, casas de jardinagem…), o solo exige que seja uma mistura de areia, composto orgânico (A compostagem pode ser feita de resíduos vegetais de lavoura, aparas de grama e restos de vegetais oriundos da cozinha, esterco de animais) e terra vegetal.

O florescimento demora em média de 130 a 150 dias, você pode irrigar usando um borrifador, porque o excesso de água pode vir a ajudar na proliferação de doenças, fungos ou pragas. Como em qualquer planta, fique atento aos momentos de desbaste (poda), as sementes podem vir com muito vigor então é necessário tirar as mudas mais fracas para que as maiores cresçam e aproveitem os nutrientes do solo sem competição.

Como consumir flores comestíveis

  • Tenha muito cuidado em saber a origem da flor que está consumindo, nem todas as flores são saudáveis para o consumo e podem conter agroquímicos prejudiciais a saúde;
  • Se for comprar, prefira as flores servidas na bandeja, olhe a data de validade e observe se estão frescas;
  • Você pode e deve armazena-las em refrigeradores, assim elas podem durar até duas semanas.

Você também tem alguma dúvida sobre o mundo das plantinhas? Coloca nos comentários abaixo que iremos responder!